Nem Melodias

E de repente não há mais sons
nem melodias...
as canções se perdem mórbidas no desespero
e a alma, inquieta, se entrega
se consome nesse silêncio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre: Escrevendo coisas novas no blog

Uma carta na brisa para meu terapeuta (ou será para meu amigo)

Os Cavaleiros do Zodíaco - Cavaleiros de Bronze