Oceanos





Ás vezes corremos
Ás vezes nos escondemos
Dentro de um buraco e desaparecemos
Viramos pedra
E deixemos o tempo cravar seus traços
Para abrir nossos olhos um dia...

Deveria jogar-me nos oceanos do tempo?
Sem você, sempre ousarei sobreviver?

Comentários

  1. Ei menina! Quanto tempo!
    Você escreve muito bem!
    Eu sou incapaz de escrever coisas grandes, tenho medo de errar, por isso admiro seus textos! Muito obrigada pela visita, adorei!

    ResponderExcluir
  2. "nao ouso mais amar! Mas adoro ler o que voce escreve..."
    kkkkkkkkk
    Amar só faz sofrer, já tem uns 30 anos que eu apenas gosto das pessoas, amor é só uma palavra bonita, tão bonita quanto amizade e respeito por exemplo, mas adoro pronunciar e falar de amor, e dizer que amo hoje e amanhã DESAMO.

    ResponderExcluir
  3. "E deixemos o tempo cravar seus traços
    Para abrir nossos olhos um dia..."

    Nossa, profundo, e o pior q muitas vezes nem mesmo assim abrimos os nossos olhos e caimos nos mesmo erros outravz.

    Otimo domingo flor *---*

    ResponderExcluir
  4. Olá, Marcela! Gostei muito do seu blog; essência e conteúdo. Parabéns pelo excelente trabalho. Quando tiver um tempinho, apareça no meu pequeno espaço:
    http://nelsonsouzza.blogspot.com
    Desejo-lhe sucesso e prosperidade!

    ResponderExcluir
  5. Helloooooo gosto muito do teu blog
    tem um selo pra vc =)
    parabénssss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre: Escrevendo coisas novas no blog

Uma carta na brisa para meu terapeuta (ou será para meu amigo)

Os Cavaleiros do Zodíaco - Cavaleiros de Bronze