Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2022

Uma visão sobre a morte

Eu sempre fui fascinada com velórios, apesar de não gostar de me aproximar do corpo, lembro de ficar curiosa e observando as pessoas, pensar em como elas pareciam vulneráveis.  Quando descobri os livros de Erico Veríssimo, que tem uma peculiar característica de retratar um velório, eu mergulhei e consumi muitas narrativas com esse tema.  Então… a morte me quebrou.  Me partiu em milhões de pedaços desconexos que jamais fui capaz de agrupar os fragmentos outra vez.  E tudo mudou. As idas à velórios passou a ser não mais que uma obrigação e de repente eu só enxergava a dor. Vejo minha própria perda refletida naquelas pessoas, como um espelho profundo e infinito que mostra claramente o universo desconhecido e quieto de solidão.  As tentativas frustradas de preencher o vazio e o adeus que se perpetua na despedida, nas ações e preocupações mecânicas que envolvem o ritual e o olhar desesperado de horror e tristeza passou a ser, para mim, não só visível, mas sentimentalmente perceptível. E qua

Sobre Spam e Publicidade

Recentemente eu estava “fazendo uma limpa” na minha caixa de entrada e pensei na quantidade de e-mails que eu recebo diariamente. São muitos minha gente! A maioria deles eu não faço ideia de onde veio, alguns, bastou eu comprar uma vez em determinada loja e voila, ganhei um passaporte para receber oito / dez e-mails por dia. (Se alguém da Fast Shop ou da Shein estiver ai…. ) Fazendo este exercício eu apliquei muitos filtros que mandam todos esses “e-mails intrusos” para a lixeira automaticamente, alguns mandei para o spam, pedi o cancelamento de várias e várias listas, algumas que eu havia me cadastrado, mas não entrega conteúdo, outras que não sei de onde veio…  No fim eu percebi uma coisa interessante: dos inúmeros e-mais que recebo diáriamente, somente 02 (isso mesmo DOIS) eu leio. Ambos chegam a cada quinze / vinte dias! Isso me beirou ao absurdo! De quem foi a ideia de mandar tanta informação inutil assim? Para que as pessoas estão gastando horrores em e-mail marketing? Será que o