Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2020

Destaque

Tic...tac...

Sabe quando no meio do dia você lembra de algo de muito tempo atrás...  é como se alguém apertasse o botão do pause e, embora a vida segue, o silêncio soa mais alto.  Sabe quando esta lembrança te paralisa de forma tão imediata que, tudo, absolutamente tudo perde o sentido repentinamente.... Sabe quando seus olhos se inundam, te falta o ar, some sua voz... assim no meio do dia, ou em uma noite vazia e tudo aquilo que você faz questão de deixar adormecido explode dentro de você.  A foto na estante é tão vazia que você não consegue olhar pra ela e todas as lembranças do que foi e do que poderia ter sido explodem em um caleidoscópio em sua mente...  Você não consegue mais olhar as fotos...  e as lágrimas caem pesadas dos seus olhos porque você não consegue as conter.  E você lembra e relembra  e cada nota da canção que insiste em tocar é o tom da voz que não sabe mais como ouvir... E você lembra...  perdendo todos os seus passos sem rumo em um horizonte que n

La Solitudne

Por muito tempo fiquei sem ouvir as canções que me lembram você Por medo, ou por covardia, não sei dizer Mas deixei o silêncio me roubar a melodia Esperando que você voltasse para essas notas vazias Por muitas horas eu chorei te procurando Enquanto um a um dos versos foram passando E trazendo em cada acorde a saudade  E os sonhos mesclados com a realidade E em cada tom, em cada sintonia Milhões de cores explodiam dentro de mim Não sei se foi real ou euforia Imaginei que você estivesse aqui Fechei meus olhos temendo te perder Por um momento quase ousei acreditar Que outra vez poderia ver você E ver meus olhos refletidos em seu olhar Mas o vento levou a canção E com ela o encantamento Ficaram as fotos espalhadas pelo chão E sua voz ecoando pelo tempo