Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

Destaque

Tic...tac...

Sabe quando no meio do dia você lembra de algo de muito tempo atrás...  é como se alguém apertasse o botão do pause e, embora a vida segue, o silêncio soa mais alto.  Sabe quando esta lembrança te paralisa de forma tão imediata que, tudo, absolutamente tudo perde o sentido repentinamente.... Sabe quando seus olhos se inundam, te falta o ar, some sua voz... assim no meio do dia, ou em uma noite vazia e tudo aquilo que você faz questão de deixar adormecido explode dentro de você.  A foto na estante é tão vazia que você não consegue olhar pra ela e todas as lembranças do que foi e do que poderia ter sido explodem em um caleidoscópio em sua mente...  Você não consegue mais olhar as fotos...  e as lágrimas caem pesadas dos seus olhos porque você não consegue as conter.  E você lembra e relembra  e cada nota da canção que insiste em tocar é o tom da voz que não sabe mais como ouvir... E você lembra...  perdendo todos os seus passos sem rumo em um horizonte que n

Ainda dá tempo de salvar suas promessas de ano novo

Não é incomum traçarmos inúmeras metas na virada de ano e criarmos várias expectativas sobre nossas resoluções de ano novo. Com a mudança do ano renovam-se nossas forças, nossas emoções e ideais e sentimos o desejo de realizar algo diferente em nossas vidas.  Seja em âmbito pessoal, profissional ou acadêmico sempre iniciamos o ano um objetivo a cumprir, mas com o passar dos dias, a motivação e empolgação de recomeçar dá lugar a um hábito de postergar e/ou abandonar aquilo que planejamos. Quem nunca prometeu perder todos aqueles quilinhos que vem se acumulando ano após ano? Ou afirmou que iria aprender um novo idioma, ou concluir um novo curso, engajar em um projeto super inovador, ler 1 livro por mês ou colocar todas as séries do Netiflix em dia (essa é realmente uma meta muito ousada)? Todos nós temos planos que são frustrados pela falta de comprometimento e desmotivação que acabam anulando nossa capacidade de alcançar a linha de chegada de nossas metas e isso não ocorre porque