Pular para o conteúdo principal

Sobre outras coisas

Sobre outras coisas
Hoje não vou falar sobre política, vamos falar sobre outras coisas. Existe um universo inteiro de perspectivas, ideais e esperanças nos aguardando.

Há muito não escrevo. Já disse antes o quanto sinto falta desse espaço, de poder falar sobre muitas coisas e fazer amigos. Agora que finalizei a faculdade pretendo voltar, talvez um post a cada 15 dias.

Falando em faculdade, acredito que todo estudante um dia pensa que nunca vai acabar. Nunca pensei que quatro anos poderiam demorar tanto, olhando sobre este ponto de vista. Mas acabou e agora parece que foi ontem que estava começando. Desse período eu trouxe boas experiências, uma prova de resistência (e isso conta muito nos dias de hoje), menos certezas do que as que eu tinha quando comecei o curso, excelentes amigos e um diploma para enfeitar uma gaveta qualquer. Até porque, hoje em dia diplomas são meros enfeites. Foram bons anos, apesar das decepções. Foram bons aprendizados, apesar das falhas. Foram boas conquistas. Hoje digo que o que mais valeu a pena foi a capacidade de amadurecer, apesar de ter me formado em um curso de exatas, a experiencia de conviver com várias pessoas diferentes em si, com crenças e culturas e expectativas distintas me mostrou um novo jeito de entender e coexistir neste mundo. Aprendi, sobretudo, a ouvir e a permanecer cada vez mais em silêncio e aprendi que muitas das vezes, quase sempre, o mundo não quer sua opinião, a não ser que isso vá realmente mudar alguma coisa.

Algo que tenho notado, principalmente nos últimos meses, é o quanto as pessoas estão agressivas. Ou talvez eu que não olhava direito antes e só percebi isso agora. Cada dia mais torna-se complicado estabelecer novos laços, vejo que as pessoas estão em uma constante disputa de quem está certo e isso tem superficializado as relações. Não sei o que tem acontecido com o tempo, mas ninguém mais tem tempo para tomar uma cerveja com os amigos, ninguém para e admira uma paisagem ou tira uma foto do pôr do sol. As pessoas não conversam mais por longos períodos e a comunicação se resumiu em troca de mensagens no whatsapp. Será que é esse o caminho natural das coisas e eu que fiquei presa de mais ao passado? Ou fui eu que desacelerei e de repente percebi o quanto estamos "sozinhos" mesmo com a agenda do celular cheia de contatos? Não sei dizer, sei que me faz uma falta imensa passar um dia inteiro sentada em uma cafeteria ou em um bar, jogando conversa fora, falando sobre tudo ou só lembrando as aventuras passadas.

Quem nunca fez promessas de ano novo que atire a primeira pedra (e quem as esqueceu antes de terminar janeiro também). Mas quando inicia o ano inicia-se também um novo ciclo. Agora são mais 365 dias para mudar, para fazer com que este ano seja diferente dos que já se passaram. Mesmo que parece meio surreal e forçado, as vezes um novo ano sempre vem com um estoque de esperança. Talvez suas metas para 2017 seja algo radical, mudanças que impactarão a sua e outras vidas, ou talvez seja apenas algo simples, uma sutil e pequena mudança, quase imperceptível. Mas, particularmente, acho válido a expectativa de mudar, mais válido que querer permanecer o mesmo para sempre. Vejo muitas críticas, seja humoradas ou não, às pessoas que fazem promessas de ano novo, mas não entendo porque tanta contrariedade. Talvez seja uma forma de alguém apenas almejar sua mudança, mesmo que não consiga buscar aquilo. Eu não promessa alguma, mas estabeleci algumas metas, de leitura, de trabalho, de estudos, para poder organizar melhor meu tempo, mas sobretudo, em 2017 quero praticar mais a empatia, aprender a me colocar no lugar dos outros ao invés de julgar. Embora quebrar conceitos seja algo difícil e quase sempre estamos propensos a "julgar primeiro, entender depois", um pouco de prática todos os dias pode desintegrar paradigmas e ocasionar mudanças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le