Pular para o conteúdo principal

Sobre o tempo, política e pensamentos esquisitos...

Sobre o tempo, política e pensamentos esquisitos...
Eu sei que até meus leitores fieis já não me seguem mais, faz algum tempo que deixei esse hábito de escrever e meu blog tem ficado às moscas. O que ocorre é que tenho me dedicado à outras tarefas, quem é blogueiro sabe que não é fácil ter sempre um assunto para falar sem que isso seja monótomo e repetitivo, ainda mais na correria do dia a dia. 
Eu sinto falta desse espaço, sinto falta do carinho e da companhia que encontrava com as pessoas daqui, de trocar informações e criar uma rede de amigos com pensamentos, embora distintos, embasados. Mas, realmente, está difícil manter um ritmo. 
Já percebestes que estamos no final de setembro? Aquele clima (chato) de finais de ano já ameaça a aparecer, com os comerciantes em estado de êxtase e as pessoas com um "quê" de solidariedade fajunto e insuportável. Nunca gostei de finais de anos, é deprimente. 
Pra ajudar a complementar esse clima alucinante, em dez dias temos aí o maior evento (ou, pelo menos deveria ser) democrático do país. As vezes eu paro e fico observando esse espetáculo, claro, sem fazer parte dele. Essa guerra política estrondosa e baseada em muita falácia e pouca atitude. Este ano elegeremos presidente, governador, senador, deputados... mas são poucas as pessoas que sabem a real importância disso. O cidadão brasileiro está tão cansado dessa besteira toda de política que escolhem seus candidatos ao léu, com a pouca informação que circula e as cores dos panfletos mais bonitos. (Ou pelos que pagam mais). Essa campanha está muito suja e infundamentada, o mínimo que sabemos não é suficiente para decidir nas mãos de quem colocar o país. Ainda tem as questões dos favores políticos, dos ministros, secretários e toda a corja que no fim, só mudam de lugar, mas permanecem no poder. É irritante ser obrigado a contribuir com esse circo todo e continuar alimentando os palhaços. Nenhuma das propostas que li me convenceu o suficiente para acreditar em uma mudança, escolhi meus candidatos levando em conta o que é "menos pior" e não o que seria melhor e, para um país  que já teve força para derrubar o militarismo, é vergonhoso ver toda nação definhada nas mãos de pessoas incompetentes e desonestas. Eu fico pensando do que valeu toda aquela "marmota" de manifestações que houve no ano passado, se no fundo basta dar um pirulito e um chocalho pra todo mundo voltar pra casa.
Ainda nesse clima, mas mudando de assunto, até quando a sociedade brasileira vai se permitir ao regresso constante de cultura? Hoje eu assisti um vídeo em que dois grupos de funk se enfrentavam no programa (idiota) do Celso Portiolli, Passa ou Repassa. Fiquei boquiaberta com a capacidade daqueles adolescentes serem tão estúpidos. Sim, estúpidos no sentido literal da palavra. A incapacidade de saber respostas simples como adições matemáticas, ou plural de palavras. Isso me deixa irritada. Como pode uma pessoa desse nível ser considerada "artista" nesse país e, pior, influenciar uma massa? Apesar de amar minha pátria, essa inversão de valores, tanto na política, na educação, na cultura, na mente das pessoas, me faz ter uma imensa vontade de sair fora daqui e ir morar em um lugar onde as pessoas não se vendem tão fácil. A grama do vizinho me parece, mesmo, mais verde, sempre. 
Acho que o que mais tenho sentido falta é de um tempo para pegar um livro, sentar sob uma árvore qualquer e ler. Poder adentrar em um mundo paralelo que pertença apenas ao autor e a mim, sentir aquela sintonia, quase mágica, no virar das páginas, sem me preocupar com o tempo, com o que está havendo ou com o que preciso fazer... o tempo passa e a vida me rouba as coisas boas, os hobbys, aquelas pequenas coisas que fazem toda diferença no dia a dia. Viver está ficando complicado (ou sou apenas eu que ando ficando velha, mas isso é outra história).
Eu fico observando, principalmente no Facebook, os milhões de mensagens que pipocam o tempo todo, motivando, fazendo lembrar das pessoas, das coisas que existem além da tela do computador, mas nem mesmo quem fica postando isso todo dia vive essa realidade, tudo virou uma utopia tão grande, uma necessidade de se expor que chega a dar medo, quem não acompanha passa a estar fora da correnteza, que, no fundo, não leva a lugar nenhum. Vejo as pessoas se esquecendo como se vivem, o excesso de informação e a rapidez com que elas chegam até nós está nos deixando loucos... somos uma geração perdida, de pessoas doentes e histórias mal contadas.

Comentários

  1. Oi, amiga, que bom que veio escrever! Sempre leio! Eu estou bem pensativa ultimamente também, escolher um candidato está sendo muito difícil, ás vezes dá vontade de chorar, na televisão não há mais nada que vale a pena parar minha leitura para assistir, e tudo que eu tenho feito é escrever e ler, tentando escapar da realidade e ao mesmo tempo entendê-la. O facebook me deixa confusa. Ás vezes não sei porque estou lá, se faz alguma diferença ou se é apenas perda de tempo... Talvez eu também esteja ficando velha (rs) ou só esteja na fase da depressão, já que meus terapeutas acabaram de me dar o carimbo de personalidade borderline e eu ainda estou bem assustada com isso tudo! Como sempre você escreveu muito bem, amo tudo o que você escreve, e vou sempre te seguir! Beijos.

    http://www.gotinhasdeesperanca.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le