Pular para o conteúdo principal

O que estão fazendo com meu Brasil?

O que estão fazendo com meu Brasil?
Eu comecei a pensar neste texto com lágrimas nos olhos, enquanto o asfalto corria embaixo das minhas rodas, já rolava aquele velho som pelos fones, alto, consumindo o pensamento na imensidão do tempo. E por falar em tempo, de repente eu acordei e vi que pouco mais de dez anos ficaram para trás... mudaram-se as cores e os tons, cessaram-se as melodias, calou-se o vento e a virtude enquanto uma massa desordenada, pouco a pouco, ou nem tão lentamente, tomou conta da sociedade.
Passam-se os anos e qual diferença temos feito?
Há algumas horas conversava com uma amiga sobre a “regressão” do nosso país, falávamos de política e eu afirmei que não vejo que estamos regredindo. Mas pensando bem, estou enganada... não só estamos regredindo como perdemos toda nossa história pelo caminho. Política e culturalmente nos encapsulamos cada vez mais em um mundo inexistente, alheios à realidade demente que apoiamos.
Há alguns anos atrás podíamos dizer que éramos um país livre. Digo no sentido de liberdade filosófica. Apesar de termos passado por muitos, e escusos, problemas políticos e econômicos, éramos um povo, com nossa cultura, liberdade e luta. Já fizemos história. Já lutamos, saímos às ruas com rostos pintados e panelas na mão a reivindicar nossos direitos. E fizemos a diferença. Tínhamos um foco. O Brasil dos nossos pais era mais lindo.
Hoje as manifestações não passam de motins, vandalismo e baderna. As pessoas saem as ruas para saírem nas fotos de páginas, cada vez mais idiotas, do facebook. A maioria sequer sabem porque estão lá. Lutam sem ideais e, por isso, abandonam suas lutas no meio do caminho.
Este texto não é propagada política, até porque não tenho motivos para fazê-la. Mas, contradizendo a mim mesma, afirmo que nunca estivemos em uma situação tão decadente como agora. Um tsunami de corrupção destroça o país inteiro enquanto sua maioria são explorada. Sim explorada em suas fraquezas tornando-as reféns de seus algozes. As pessoas são escravizadas em suas mentes, manipuladas por não saberem que as algemas que os prendem são invisíveis. Nunca, em nenhuma época da história do Brasil pagamos tantos impostos, tivemos nosso suor tão desvalorizado e tão pouco retorno imediato e visível por parte de nossos governantes. A democracia que construímos está manchada de desonra a ponto de não termos mais como escolher quem nos represente.
Nos enfiam todo lixo garganta abaixo enquanto uma pequena massa vai dominando a sociedade. Voltamos, mas àquela condição de escravos. Eu me lembro quando os pais e mães de crianças as obrigavam ir para escola. Me lembro quando notas ruins significavam castigo. E me lembro quando podíamos ficar até tarde pelas ruas, jogando bola, brincando... valorizávamos nossos amigos, mantínhamos relações baseadas no respeito e na harmonia. A quantidade de curtidas em uma foto não significava popularidade nem padrões... éramos pessoas sadias. Nunca se ouviu falar tanto em depressão e doenças correlatas como agora, na era da informação. Estamos nos tornando pessoas vazias e ninguém parece perceber.
Me lembro quando a música era sinônimo de cultura, quando se cantavam poesias nas bocas dos jovens e não “isso” que existe hoje, difamando nossas meninas e tornando nossos meninos apenas mais um viciado. Antigamente, não era moda ser uma “pessoa do mal”. Era feio!
Ninguém vê, mas a corrupção é responsável por nossa quebra de valores. A mídia manipuladora com suas novelas modernas e conceitos sórdidos. A informação deturpada para favorecer este ou aquele nos jornais, revistas e por qualquer parte. Mentir é fácil demais...
Não adianta parar o trânsito e gritar basta para no dia seguinte dizer “sim senhor” às mesmas pessoas que nos maltratam, para chegar em casa e aplaudir os disparates da televisão ou postar mentiras no facebook. Será que ninguém percebe que estamos morrendo? Nossa literatura já morreu, nossa música foi sepultada junto com nosso futebol. Morreram as palavras, acabou-se a crença, findou-se a dignidade, a liberdade, o sonho... será que ninguém percebe que estamos sucumbidos pelo desespero e entregamos nossos direitos a uma classe hedionda? Não resta mais nada... e se não houver consciência em cada um, vamos afogar em nossos lamentos.

O progresso pelo progresso é vergonhoso!

Comentários

  1. Concordo com você, principalmente nessa parte: "As pessoas são escravizadas em suas mentes, manipuladas por não saberem que as algemas que os prendem são invisíveis." Beijos, amiga!

    ResponderExcluir
  2. Excelente abordagem do assunto. Você escreve com propriedade e sentimento. Parabéns! As pessoas, infelizmente, não percebem quando estão sendo manipuladas. Se puder visite meu blog, será um prazer recebê-la.
    http://www.nossoslivrosfree.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Belas palavras sobre coisas revoltantes. Fico feliz em ter você como parceira =D

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le