Pular para o conteúdo principal

Triângulo das Águas - Caio F. Abreu

Triângulo das Águas
Gostaria que o livro fosse lido e sentido assim. Como um murmúrio do rio, um suspiro do lago ou um gemido do mar” – Caio Fernando Abreu

Não sei dizer se é a irreverência ou, simplesmente, o talento que torna Caio F. Abreu um ícone da literatura nacional, admirado por seus escritos delongados e cheios de sentimentalismo, em que, a mais simples reação torna-se uma descrição enfeitada e tocante.
 
O autor escrevem em crônicas, o que já facilita muito a leitura dos seus livros, embora cada um traz uma história implicitamente ligada, os textos são, de fato independente.

Triângulo das Águas foi publicado pela primeira vez em 1983, considerado o melhor livro de Caio Fernando Abreu e reconhecido pelo prêmio Jabuti de 1984. Neste, o autor confronta seu "eu" criativo expressando as suas principais marcas, já então, registradas: a busca pelo aconchego, a solidão, o apego e desapego, a expressão do medo e a realidade quase nua em sua vida. O livro é composto de três novelas que, de certo, exige muita atenção para decifrar as entrelinhas e entender a mensagem que o autor expressa em cada uma.
 
Dodecaedro: é uma forma geométrica constituída por doze faces regulares em forma de pentágono. Isso faz todo sentido quando começamos a ler cada um dos fragmentos que constitui o texto, contando basicamente os efeitos de uma mentira sob diversos pontos de vista. A história é a mais complexa, mas também a mais interessante e, porque não, a mais inteligente. A maneira como cada parte da história se complementa, não podendo uma coexistir sem a outra, explica fatalmente o título e forma o que chamamos de sólido platônico. Mais uma vez, nosso mestre nos surpreende, mostrando-se um passo à frente, já que o platonismo nada mais é que uma ilusão. 

Marinheiro: Uma história de amor! Sim. Um conto que fala totalmente sobre os emaranhados da nossa mente quando estamos diante de um singelo amor, aqui, não completamente correspondido por consequências fatais. Quem é que nunca amou de mais uma imaginação que quase foi à loucura? Surpreendentemente Caio consegue expor os sentimentos mais ocultos que temos, nos deixando, talvez, vulneráveis. O que mais me surpreendeu nesta novela foram os diálogos, constituídos de forma direta e explicita (daqueles dos filmes de Tarantino), dando uma forma magnífica ao texto. 

Pela noite: O mais sombrio. A ausência e o medo são são presentes que forma uma áurea de desespero enquanto lemos, quase que queremos entrar dentro do livro para consolar a personagem que procura, intensamente, aplacar sua solidão. 

Antes de a música terminar, ele desligou o som e sentou no tapete em frente do outro.
- Você sabe que de alguma maneira a coisa esteve ali, bem próxima. Que você podia tê-la tocado. Você podia tê-la apanhado. No ar, que nem uma fruta. Aí volta o soco. E sem entender, você então pára e pergunta alguma coisa assim: mas de quem foi o erro? - Caio Fernando Abreu

Comentários

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le