Pular para o conteúdo principal

Um Por Todos e Todos Por Um

Vira e mexe aparece um filme sobre "Os Três Mosqueteiros" nas telonas. Pelo histórico percebemos que em todas as épocas há, pelo menos, uma versão de uma das tramas francesas de mais sucesso historicamente. A história foi escrita por Alexandre Dumas em 1844, na França. E publicada inicialmente no folhetim local. Só mais tarde que a trama virou livro, sendo o primeiro de uma triologia sobre fatos importantes dos reinados dos reis Luís XIII e Luís XIV e da Regência que se instaurou na França entre os dois governos.

O enredo é sobre um jovem que deixa sua terra natal para se tornar mosqueteiro, em uma época em que o cardeal tenta anular, a qualquer custo, esse serviço do rei. O jovem se mete em diversas confusões, fruto de seu comportamento afoito e nessas conhece os famosos mosqueteiros inseparáveis. A partir de então os quatro se envolvem em uma missão à serviço da rainha, tramada pelo cardeal Richelieu, a Mileide de Winter e o Duque de Buckingham, da Inglaterra. 

O sucesso do romance foi tal que o próprio Dumas o adaptou para o teatro e que dois outros romances se seguiram, tomando os quatro mosqueteiros como personagens principais, e formando a Trilogia dos Mosqueteiros : "Vinte Anos Depois", lançado em 1845, e "O Visconde de Bragelonne", escrito entre 1848 e 1850.

Os personagens são marcados por influências pessoais e históricas, mesclando a identidade pessoal com a ficção, criada por Dumas. Assim, tanto no livro quanto nas inúmeras adaptações cinematográfica, algumas características permanecem intactas ligando sempre um personagem à outro, por várias visões. Como sempre, eu dou preferencia aos livros, assim posso criar os personagens a partir da descrição pura e sucinta do autor, mas existem produções sobre essa trama que realmente condiz com a história em si. 

A última produção, de 2011, foi dirigida por Paul W.S. Anderson e conta com um elenco portentoso, o que deu a trama de mais de um século atrás traços da atualidade. Com ênfase para Mila Javovich que interpretou Mileide de Winter com tanta perfeição que colocou a personagem, mesmo sendo a vilã da história, entre a mais bela e agraciada do enredo.


Comentários

  1. Esta história classica ensina o valor do trabalho em equipe e a união, eu amava quando eu era criança. Não sabia que havia uma versão de 2011.
    Obrigado por postar isso ^^

    bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É. eu também adoro. todas as versões que vi e li são realmente fantásticas.
      Leia as continuações (citei no post)são ótimas...
      Obrigada pela visitinha

      Excluir
  2. Olá ! Parabéns pelo seu blog ! Show de bola ! Achei interessante e adorei !
    Vou participar ... Quando puder visite o meu blog também.

    http://maosecrets.blogspot.com.br

    Foi criado para pessoas apaixonadas (não possui conteúdo adulto) e é livre para todos os públicos. Fica com Deus e um abração !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Fico feliz com seu elogio.
      pode estar certo que irei visitá-lo também.

      abraços.

      Excluir
  3. Essa é uma história que toca em temas universais e ainda será recontada muitas e muitas vezes. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada.
      E que venha outras histórias contadas com a mesma magnitude da original...

      Excluir
  4. Um dos que eu mais gostei, foi O Homem de Máscara de Ferro ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também gostei muito desse filme. tanto que quando leio o livro eu imagino os mosqueteiros daquela forma.

      Excluir
  5. cla´sssico! tem um filme foda filmado nos anos 80 que é muito bom!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le