Pular para o conteúdo principal

Inferno - Dan Brown

Neste novo e fascinante thriller Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em O código Da Vinci, Anjos e demônios e O símbolo perdido e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado em uma das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.

Numa corrida contra o tempo, Langdon luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o arrasta para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o sombrio poema de Dante, Langdon mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Quando o livro foi lançado, no final de maio, eu pensei que estavam fazendo um alarde danado em torno de uma literatura fútil e desnecessária, como a de Dan Brown, no entanto, como um princípio (não sei dizer se ético) eu critico publicamente apenas aquilo que conheço. Peguei o livro emprestado com uma amiga e, surpresa! Apesar de ser uma continuação, em suma, da história dos três últimos livros, Dan Brown conseguiu expressar as figuras de linguagem com mais precisão e atenuação que nos prende a atenção do início ao fim. 

O livro contém toda fulguração em torno de símbolos, história e arte antiga, dá ênfase aos enigmas e conspiração, mas dessa vez de forma simples, sem aqueles "palavrões" complexos e técnicos. O autor opta por escrever mais popularmente, criando um vínculo de proximidade com o leitor. Ouso a dizer que "Inferno" mostra o aprendizado do autor após o fiasco que foi 'O símbolo perdido'.

O livro mantém uma narrativa rápida, bem mais acelerada que o famoso "O Código DaVinci", em que as cenas de ação se revezam com revelações e intrigas que servem para formar a estória, as reviravoltas da trama apenas demonstram a capacidade de Dan Brown de conseguir criar um cenário diferente a cada novo livro e e já nas primeiras páginas presenciamos uma perseguição implacável tendo como centro o professor de simbologia mais famoso do mundo e Brown extingue de vez aquela velha mania de fazer o vilão se passar por mocinho antes de revelar sua real identidade.

O tema central da história é baseado em A Divina Comédia, de Dante Alighieri, principalmente na primeira parte. Para quem não conhece a obra, Divina Comédia não tem nada de comédia, pois narra a viagem ao inferno, purgatório e paraíso de um homem apaixonado. Recheada de críticas, a obra foi escrita em forma de poema épico e Inferno retrata uma horrível visão do lugar em que os pecadores pagam por seus crimes, não é a toa que após o lançamento do livro de Dan Brown, a obra volte a ser alvo de olhos cheios de julgamento. Dante descreve minuciosamente os nove círculos do Inferno onde os pecadores são castigados nas mais horríveis puniçõe. Porém não apenas a obra literária serve de guia mas também as pinturas que por ela foram inspiradas como as pinturas de Sandro Botticelli e Gustave Dore.

Dan Brown retornou e com um livro realmente muito bom, a versão brasileira, lançada pela Editora Arqueiro, possui 448 páginas, mas que podem ser lidas numa velocidade assustadora, graças ao enredo. Inferno já nasceu como um best-seller e uma com ótima chance de se tornar uma aventura cinematográfica melhor do que os livros anteriores. Uma curiosidade interessante é que até a data do livro foi pensada: nos EUA o livro foi lançado em 14/5/13 um anagrama do valor aproximado do PI, 3,1415 fazendo referencia aos círculos do Inferno de Dante.

Comentários

  1. Boa dica de Livro, estou lendo e o mesmo é fantástico.....

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei interessado.
    Boa dica.

    Obrigado por ter participado da festinha do H. E. e O. P.
    www.cchamun.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não me impressiono mto com os livros do Dan Brown, mas, em todo caso, vale conferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é Fábio, também tenho essa impressão tipo "Dan Brown", não vai prestar, até porque os outros não são tão bons... Mas esse, realmente eu recomendo, a narrativa é diferente dos outros, nos prende de uma maneira enigmática.
      Vale mesmo a pena conferir...

      Excluir
  4. Os filmes infelizmente são fracos, principalmente Anjos e Demonios... adoro o trabalho de Dan, já comprei O Inferno, ainda vou ler... mas é interessante que muitos reclamam, mas não consegue parar de le-lo rsrs a estrutura das histórias se repetem, mas o bom do autor são as curiosidades históricas e como ele trabalha isso nas historias... foda...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le