Pular para o conteúdo principal

A Busca - Cinema Nacional

De alguns anos pra cá, o Brasil tem se destacado nas produções cinematográficas. Depois dos Sucessos de Tropa de Elite I e II e O Homem do Futuro, Wagner Moura aparece mais uma vez nas telonas para estrear "A Busca", o primeiro longa metragem de Luciano Moura com participação de Elena Soarez
O Filme estreou no Festival de Cinema de Sundance em 2012 e foi oficialmente lançado no Brasil no dia 13 de março, em Salvador. Durante a pré estreia, Wagner Moura e Luciano Moura concederam entrevistas aos jornalistas presentes e informaram ao público sobre a produção.
Com pouca experiência no cinema, o diretor apostou num estilo argentino, simples, narrativas focadas e temas familiares. O Drama distancia-se tanto das comédias de grande apelo popular quanto dos filmes de maior empenho crítico, os dois extremos em que o cinema nacional mais tem recaído.
Toda e qualquer classificação é relativa, claro, mas o acerto do tom de "A busca" parece ter sido confirmado pelo Prêmio do Público que o filme recebeu no Festival do Rio 2012.
O filme começa como um pesadelo em família. O casal de médicos Théo (Wagner Moura) e Branca (Mariana Lima) estão vivendo um divórcio complicado. Seu único filho, Pedro (Brás Antunes), de 15 anos, compartilha a tensão e, não raro, é mais uma vítima dela.
Um dia Pedro diz que vai viajar no final de semana com um amigo e não volta no domingo de seu aniversário, como combinado. O desespero une Théo e Branca, que se lançam numa busca frenética por casas de amigos e telefonemas a hospitais. No quarto do garoto, nenhum bilhete.
"A busca" começa, então, como um "huis clos", na atormentada casa da família onde Theo não mora mais. Logo em seguida, torna-se um filme de estrada, em que o pai vai seguindo pistas que vão surgindo, fazendo, ele também, uma jornada de amadurecimento, um doloroso exercício de desapego de sua mania de controle.
A trama tem ainda um forte elenco, além do protagonista, e conta com Mariana Lima, Lima Duarte e Brás Antunes, filho de Arnaldo Antunes, que estreia sua carreira no cinema interpretando "Pedro", o filho perdido. Brás ainda participa, junto com o pai, da trilha sonora, na canção inédita "Olha Pra Mim", escrita exclusivamente para o filme.
A produção chega em todos os cinemas nacionais hoje, 15 de março, e tem potencial de se tornar um sucesso da categoria. 

Comentários

  1. Parece que vai ser interessante esse novo filme.

    ResponderExcluir
  2. O cinema nacional muitas das vezes é chato. O mesmo papo velho de cultura disso e daquilo.

    ResponderExcluir
  3. O cinema nacional é bom , pena que dão ênfase apenas para os filmes de comédias babacas, este drama com o Wagner moura é um grande exemplo da capacidade do cinema nacional

    ResponderExcluir
  4. Acho que esse filme vai ser bom. Porque o cinema brasileiro só passa comédia e tiroteio e palavrões. Acho que o Wagner Moura é um ator regular, o que ele precisa e escolher uma realidade para eles ele se destaca bem como vilão ou até como mocinho de policia. Acho que é isso!

    rodrigobandasoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. interessante... não gosto de criticar um filme pela nacionalidade o Brasil tem bons filmes assim com a França e no Japão. Fiquei interessada pela historia vou assistir com certeza.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não sou uma grande fã do cinema nacional, mas alguns filmes até despertam meu interesse. Este que você citou parece ser bem curioso, vou procurar ver!

    vidradaemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, já até tinha comentado lá no blog sobre cinema nacional e sou do time dos que sempre acredita que pode surgir algo interessante apesar de ultimamente ter sido expostos, na maioria das vezes, comédias assombrosas. Gosto do trabalho de Wagner Moura e ele sempre é muito criterioso com seus projetos, no cinema próximo a minha casa, está e cartaz e quando tiver oportunidade irei conferir.

    Bjs e tudo de bom ;)

    ResponderExcluir
  8. Muito interessante. Com certeza vou ver esse filme.

    ResponderExcluir
  9. Deve ser um filme emocionante, uma luta contra princípios, tempo. Uma guerra sobre o amor, só de ler meus olhos já inundaram-se de água. Espero que o cinema brasileiro seja tão rico quando a literatura, os poetas, a música... aliás, já está se tornando e torço muito para isso.

    ResponderExcluir
  10. obrigada pela visita querida, te segui também

    ResponderExcluir
  11. BOA TARDE

    O seu blog é diversificado sucesso amei, se você puder der uma passadinha no meu blog, por favor retribui a inscrição. Agradeço a todos os blog pelos recados, sigo todos. instragam @nequerenreis
    http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. O filme parece ser interessante... Tem uma boa sinopse... Vou tentar ir ao cinema quando o filme passar aqui na minha cidade...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Todos os comentários são de responsabilidade individual e não representam a opinião da autora do blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinema: Estreias Imperdíveis de 2014

Por: Carol Turck Não faz tanto tempo que o ano de 2014 começou e mesmo assim já temos uma lista enorme de excelentes filmes que já estrearam nos cinemas este ano, como O Lobo de Wall Street, A Menina que Roubava Livros, Trapaça e diversos outros. Mas como ainda temos vários meses pela frente, também ainda temos várias estreias imperdíveis para não nos fazer desgrudar da poltrona do cinema este ano. Confira abaixo alguns dos filmes mais aguardados e que você não pode perder: O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2) A sequência do herói Homem-Aranha irá rechear a tela de vilões: Jamie Foxx será o principal deles, no papel de Electro, mas também Paul Giamatti, Dane DeHaan e Chris Cooper darão vida a Rhino, Duende Verde e Norman Osborn, respectivamente. A estreia será em 2 de maio. Godzilla O famoso lagarto gigante japonês está de volta ao cinema neste remake norte-americano. O elenco trará o premiado ator Brya

Continuum - Série (Ficção Científica)

Se tem algo que vira mania fácil fácil é seguir uma série na TV. Quando o assunto é interessante, logo nos pegamos inebriados por seu conteúdo e fuçando a internet, até chegar o dia da exibição do próximo capítulo, para procurar deduções à respeito. Quem é como eu, que não gosta de "baixar" os capítulos para assistir, e prefere aguardar as exibições legais (nada contra quem baixa), sabe do que estou falando. É quase uma tortura a ansiedade. No último dia 15, sexta feira, estreou no Canal Space , a série Continuum, que possui grande potencial para se tornar um sucesso imediato. A série canadense, que aborda o tema de ficção científica, foi produzida pela Reunion Pictures Inc. e está na 2ª temporada originalmente, no entanto, para o Brasil, estreou com elevada pontuação de IBOPE, somente este mês. A trama discorre sobre um grupo de terroristas do ano 2077 que, através da alta tecnologia, escapam da execução viajando no tempo para o ano de 2012. Acidentalmente, uma oficial da le

Top 10 - Guitarristas e suas Guitarras

Nenhum outro instrumento musical tem o poder de enlouquecer a cabeça de jovens quanto a guitarra. Aprimorada por Les Paul em 1940, quando criou um sistema de bobinas capaz de captar o som das cordas em um corpo sólido de madeira, a guitarra encontrou no rock n’ roll seu maior gênero e, desde os anos 1950, tem criado lendas do estilo e também do instrumento. Guitarristas como Jimi Hendrix, Tony Iommi, Jimmy Page, Eddie Van Halen, entre outros, eternizaram suas guitarras, fazendo marcas e modelos virarem verdadeiros ícones do rock, não só pela guitarra em si, mas pelo que foram, e alguns ainda são, capazes de fazer com elas. Dentre esses, escolhi os dez melhores guitarristas que, na minha opinião, são as melhores lendas do rock, junto com sua guitarra: 1º Jimi Hendrix 2º Edie Van Halen 3º Angus Young 4º Jimmy Page 5º Joe Satriane 6º Eric Clapton 7º  Steve Vai 8º Keith Richards 9º Les Paul 10º Kirk Hammet É claro que escolher ape