Nem Melodias

E de repente não há mais sons
nem melodias...
as canções se perdem mórbidas no desespero
e a alma, inquieta, se entrega
se consome nesse silêncio

Postar um comentário

0 Comentários